Venha visitar a Sun Special Maquina de Costura e Bordado na Feira Serigrafia Sign FutureTextil

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
Venha visitar a Sun Special Maquina de Costura e Bordado na Feira Serigrafia Sign FutureTextil
Contamos com sua visita de 06 a 09 de maio de 2014.

Seu credenciamento pode ser feito nesse endereço:
https://www.mbxeventos.com/credenciamentoserigrafia/

Sun Special marcou presença na Patchwork Design 2014

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Sun Special marcou presença na Patchwork Design 2014

De 20 à 22 de março no Centro de Convenções Frei Caneca (Shopping Frei Caneca) em São Paulo, a Sun Special esteve presente nesta edição.

Teve a oportunidade de demostrar suas máquinas e lançamentos.

 

Máquina de Costura Industrial Pespontadeira Barra Fixa Sun Special SS3100S1BG

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Máquina de Costura Industrial Pespontadeira Barra Fixa Sun Special SS3100S1BG

Workshop em Belo Horizonte – MG nos dias 19, 20, 21 e 22 Fevereiro 2014

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Workshop em Belo Horizonte – MG nos dias 19, 20, 21 e 22 Fevereiro 2014

 

13item

De lanchonete a empresa especializada – Reportagem Revista Vestir – Dezembro 2013

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

De lanchonete a empresa especializada – Reportagem Revista Vestir – Dezembro 2013

De lanchonete a empresa especializada em comércio e distribuição de máquinas de costura, cor te e bordado, a Sun Special percorreu uma longa trajetória até alcançar a posição que ocupa atualmente no mercado de confecção.

Na tentativa de melhorar de vida, João Ribeiro inaugurou uma lanchonete no município de São Caetano do Sul, na região metropolitana de São Paulo, em 1986. Ele, sua esposa e seus irmãos comercializavam refeições para a população, inclusive para os vários revendedores de máquinas de costura que trabalhavam no entorno do comércio.

Logo o contato diário da família com os profissionais do ramo de confecção despertaria no proprietário da lanchonete o interesse pela área.

Ao vislumbrar uma oportunidade rentável de negócio, Ribeiro abriu uma loja do outro lado da rua de seu estabelecimento comercial e passou a comprar e revender máquinas de costura. E ingressou definitivamente no setor de confecção quando, mesmo sem saber falar inglês, viajou para o exterior em busca de novidades para se diferenciar dos demais revendedores que há anos tocavam seus negócios da mesma forma.

Depois de visitar países como Estados Unidos e China, voltou ao País com ideias inovadoras para empregar em seu empreendimento. A viagem ao exterior provocou uma reviravolta em sua vida profissional. Os negócios prosperaram e sua empresa tornou-se representante no Brasil de várias marcas estrangeiras de máquinas de costura.

Em 1989, o empresário passou a importar máquinas dos Estados Unidos, Itália, Japão, Coreia do Sul, Taiwan e, principalmente, da China.

Em 2001, a empresa mudou sua sede comercial para o bairro do Bom Retiro, na capital paulista, e passou a desenvolver sua própria linha de máquinas de costura, por meio da marca Sun Special, agregando o que há de melhor em tecnologia e qualidade, devido ao conhecimento sobre as marcas existentes, obtido por meio do trabalho de revenda de máquinas importadas.

Segundo a diretora-executiva da Sun Special e filha de João Ribeiro, Ethiane Ribeiro, a empresa é um portal para o confeccionista, pois oferece todos os tipos de soluções para o setor, de máquinas de costura a tecidos.

A Sun Special trabalha com máquinas retas, galoneiras, interloques, overloques, fechadeiras, pespontadeiras, botoneiras e caseadeiras, além de máquinas especiais para peitilho, bolso, filigrana, flat seaming, passante e pontos decorativos. No segmento de bordado, a empresa oferece máquinas de bordar de uma a 20 cabeças, com e sem aplicadores de lantejoulas. Comercializa também armarinhos, equipamentos e acessórios para cor te e passadoria, e dispõe peças para manutenção dos próprios equipamentos e de concorrentes.

O negócio conta com uma equipe técnica que testa todos os novos equipamentos e os avalia para o mercado brasileiro. Além disso, a empresa desenvolve, junto com os fabricantes, soluções, inovações, adaptações e automatizações específicas para o segmento e clientes.

Para estar mais próxima dos revendedores e dos grandes polos de confecção, e facilitar a logística de distribuição, a Sun Special mantém filiais da marca no Ceará, Pernambuco, Brasília, Santa Catarina, Minas Gerais e Paraná.

Ethiane ressalta que a empresa sempre buscou ser a mais inovadora do segmento. Segundo ela, tal dinamismo perdura desde o início e é o que a mantém como líder de mercado. “A Sun Special está entre as três principais importadoras de máquinas de costura do Brasil, mas é a única que trabalha com marca própria e pode oferecer maior variedade de produtos para confecção”, comemora.

Há mais de 20 anos no setor, a empresa construiu um relacionamento comercial com fornecedores e fabricantes de máquinas de costura e consolidou sua imagem no mercado. Apesar de a ascensão do setor ter inundado o cenário com diferentes marcas e aumentado a concorrência, a Sun Special tem acesso ao que há de melhor no mercado, pois a empresa cresceu junto com diversas fábricas de confecção do estado de São Paulo. “Só uma empresa preocupada em manter uma liderança em qualidade de produto e de atendimento persiste no mercado”, observa a diretora-executiva.

[print_gllr id=2615]

Máquina de Costura Transporte Triplo de Uma Agulha Eletrônica TW1B898D2 Sun Special

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Máquina de Costura Transporte Triplo de Uma Agulha Eletrônica TW1B898D2

Sun Special

Esta máquina tem o dispositivo de compensador do calcador, este dispositivo não deixa a máquina falhar ponto, quando passamos de uma espessura de um material para outra muito maior na mesma costura.

Velocidade de 3000 PPM

Altura do ponto 9 mm

Altura do calcador 16 mm
Corte de linha automático
Posicionador de agulha
Compensador de calcador
Levantador de calcador automático
Lubrificação automática
Contagem de ponto programado
Máquina rolamentada

Máquina de Costura BERNINA 780

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Máquina de Costura BERNINA 780

Moda para o ano novo 2014

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Faltam apenas quase dois meses para o final de ano e as festas que ocorrem neste período. Por isto é bom se apressar e começar a ir atrás do modelo que você vai querer usar nos eventos festivos, se você quiser evitar filas e falta de opção no momento de escolher.  A roupa para o ano novo 2014 que você irá usar não será mais obrigatório o branco, mas você pode ter a cor que você quiser, mas ainda assim se você gosta e quer manter a tradição, pode ir em busca de itens com a cor branca, caso você faça a linha mais clássica.

A roupa para o ano novo 2014 pode ter o estilo, cor e modelo que você quiser, ou seguir as tendências de moda (Foto: Divulgação)

 

Mais importante do que a cor da roupa, é optar pelo estilo correto da roupa que você irá usar. Se você vai passar o final de ano na praia, o modelo deverá ser mais despojado. Caso você passe seu ano novo no campo ou em salões com festa; você pode usar algo mais elegante, porém sem brilho exagerado ou muito sofisticada, caso você vá passar a virada do ano em festa mais tradicional; ou ser bem sofisticada se você for passar o réveillon em uma festa também refinada e requintada.

Veja abaixo diversos modelos que você poderá se inspirar para montar o seu guarda-roupa de final de ano.

(Foto: Divulgação)

Os vestidos são as peças de roupas mais tradicionais entre as mulheres para passar o ano novo, mas você pode optar em usar outras peças, como macacões ou conjuntinhos, podendo ser de calça e blusa, saia e blusa ou até mesmo short e blusa, no caso das festas mais descontraídas.

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

 

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

 

(Foto: Divulgação)

 

Primeiros tênis eram fabricados em couro; Conheça a história dos calçados

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Germanic_shoe

Pode parecer estranho, mas você já parou para pensar na origem dos tênis que provavelmente está usando enquanto lê esse artigo? Os calçados surgiram unicamente com o objetivo de dar proteção aos pés em situações onde o solo não era nas melhores condições. Não há uma data exata sobre a criação dos calçados, já que desde a pré-história os humanos os usavam para caçar pelos mais diferentes terrenos. Além disso, a deusa grega Afrodite, era sempre retratada nua calçando sandálias, então não é possível dizer o ano certo em que se pensou em proteger os pés com algum material.

Nos Jogos Olímpicos da Grécia Antiga, a maior parte dos atletas competia e praticava a as suas atividades físicas descalços. No entanto, alguns deles começara a usar um calçado com couro macio para se exercitar. A novidade trouxe maior performance àqueles que competiam sem nada nos pés. Foi neste período em que os calçados foram cobiçados por todos.

Um dos grandes colaboradores para o desenvolvimento dos calçados foi a fábrica de pneus Charles Goodyear, que em 1839 encontrou um método para dar maior preservação para a borracha fabricada. Então essa tecnologia foi aplicada nos solados dos tênis, ainda feitos de couro. A novidade proporcionou aos usuários dos tênis mais leveza e a adoção da mesma tecnologia foi feita por diversas fábricas de calçados.

Já os tênis como conhecemos hoje surgiu no século 19, por volta do ano de 1860. Naquela época, o calçado era como usa sapatilha, usado em especial para a prática do ciclismo. A partir do ano de 1873, o tecido substituiu o couro. Os modelos já usavam cadarço para prendê-lo aos pés. Nesse ano os calçados ganharam o gosto de todos por ser uma alternativa leve e confortável para caminhar.

Percebendo a nova tendência que surgia na sociedade, em 1890 foi aberta a primeira fábrica especializada em tênis esportivos. Os modelos foram desenvolvidos ao longo dos anos seguintes e, em 1920, o Tênis Ked, desenvolvido nos Estados Unidos foi lançado, tornando-se um ícone de modernidade e sendo procurado por todos. No mesmo ano foi apresentado o primeiro tênis especial para a corrida. Ele era mais leve do que os convencionais.

Não houve muitas mudanças em questão de formato daquela época para o ano que vivemos agora. Os maiores diferenciais observados são o desenvolvimento de tecnologias para amortecimento e absorção de impacto para práticas de exercícios intensos. Em outras questões, principalmente os calçados esportivos, sofreram mudanças na aparência, variando cores, estilos, alturas, solados e materiais usados.

Será que o tênis terá ainda mais mudanças no futuro?