COMPARTILHE

A tecnologia têxtil nos últimos tempos tem trazido muitas novidades no segmento de tecidos. Uma delas, bastante curiosa, tem a ver com reciclagem de garrafas PET, aquelas de refrigerante, que são transformadas em roupas.

Para que uma malha em PET seja produzida, é necessário antes de tudo, a coleta seletivas das garrafas do material.  Isto é feito pelos catadores de lixo ou por cooperativas de reciclagem. Muitos não imaginam como uma garrafa de refrigerante pode virar um jeans, por exemplo. Isto é possível porque o material delas  é composto de 100% de poliéster, uma resina resistente a altas temperaturas, que depois de um processo, poderão ser transformadas em tecidos.

As empresas que compram a matéria-prima, as garrafas PET, realizam o trabalho da lavagem e moagem das garrafas, a fim de serem descontaminadas, para posteriormente serem derretidas e transformadas em flocos, que serão por fim transformados em fios de poliéster.

É um material bastante procurado mundialmente na atualidade. Muitas empresas valorizam a sustentabilidade e a não-poluição do meio ambiente e investem na causa. Os tecidos em PET já possuem uma grande fatia do mercado a seu favor. Um tecido feito com garrafa plástica tem a mesma consistência de um tecido normal, já que a fibra é a mesma.

Saiba mais sobre esta tecnologia, acesse:

CIA DAS FIBRAS

Empresas que trabalham com o tecido em PET:

ARADEFE MALHAS

LC MALHAS