São Paulo, considerado o mais importante polo têxtil do Brasil, revela um pouco de sua história como o maior centro comercial da indústria de confecções.

Com a revolução industrial e as Guerras Mundiais, muitos europeus aportaram no Brasil, principalmente no Estado, onde começaram atividades com teares.

Hoje existem mais de 10 mil empresas de tecelagens, fiações, malharias e de Químicas Industriais. Já foram exportados mais de um milhão de toneladas em tecidos.

Há diversos locais de destaque no setor de compras de tecidos em São Paulo.  Os polos mais movimentados estão localizados  na Av. Ipiranga e na Av. São João. Mas toda a metrópole concentra grandes shoppings centers, e as lojas mais sofisticadas, ficam localizadas principalmente nos Jardins e em Itaim Bibi.

Também no Brás e no Bom Retiro, dois conhecidos polos confeccionistas e comerciais de tecidos, surgiram as primeiras tecelagens, as famosas Tecelagem Mariângela e Tecelagem Matarazzo, ambas do mesmo proprietário, o conde Francisco Matarazzo.

Nas décadas de 60 a 70, toda São Paulo tornou-se referência em pronta-entrega de confecções. Também consumidores vindos do exterior, de lugares como Bolívia e Argentina, se tornaram grandes clientes de confecções da região.

Há também um mega polo de moda, que surgiu da fusão do Polo Moda e o SP Mega Mix. O local conta com um complexo de 400 lojas de vestuário, com visitas de cerca de 3 mil pessoas por dia, que dobra em quantidade no dia das mães e época de Natal. O local comporta até um hotel para estes visitantes, com 300 leitos.

O interior também é contemplado com um considerável número de indústrias de tecidos, cidades como Americana, Nova Odessa, Sumaré e Santa Bárbara d’Oeste possuem, juntas, 550 indústrias têxteis e 800 confecções, a maior parte delas são de famílias da região.

Há inúmeras outras empresas que fizeram parte da história de tecidos de São Paulo, mostrando a força que a cidade tem neste segmento, o que reflete nos negócios e abastece todo o Brasil. Daí a sua importância para o mercado brasileiro e também  para o internacional, que com cada vez mais frequencia tem se tornado cliente assíduo, interessado em realizar ótimas negociações.