COMPARTILHE

Untitled 1

De volta já há algumas temporadas, os cintos se tornaram indispensáveis para as mulheres que procuram cinturas mais definidas. Parece simples de usar,  mas este acessório muitas vezes ao invés de ser à favor de sua aparência, pode pelo contrário,  prejudicar a silhueta e não contribuir para uma melhor forma. Antes de se inspirar nos looks de atrizes famosas ou de modelos de revistas, por usar cintos sem saber qual o tipo certo para o seu corpo, veja primeiro como o acessório pode às vezes, comprometer o bom gosto. Esta matéria é dividida em dois posts. Na próxima parte e última, veremos como usar cintos a seu favor. Agora, veremos alguns contras. Acompanhe.

Primeiro: como não usar os cintos: 

Para pessoas com silhuetas mais curvilíneas, a melhor opção é usar cintos fininhos, juntamente com uma peça mais soltinha. O cinto largo e ainda de tom bem contrastante com as roupas, podem acentuar de forma negativa e ainda parecer que seus seios estão caídos.  Experimente fazer isto em casa e notará esta impressão.

Modelos fininhos são os queridinhos das atrizes famosas, que usam o acessório para marcar a cintura em vestidos longos ou para dar mais graça ao visual. Para usar os cintos mais finos, é preciso escolher tecidos mais estruturados ou, caso você esteja acima do peso, usar por baixo da roupa. Quem tem seios grandes, caso o vestido não seja de um tecido mais firme, o cinto tende a desaparecer entre o tecido.

Cintos grossos ou corsets: 

São os que ficam abaixo do busto. Se você está acima do peso, evite os cintos mais grossos,  eles podem forçar a barra e fazer você parecer sufocada. Opte por vestidos com saias mais soltas. Um modelo grosso em mulheres curvilíneas surtirá o efeito que ninguém pretende em uma roupa: que você pareça ainda com mais peso, salientando ainda mais as formas.

Cinto e calça:

Veremos no próximo post qual a melhor combinação do cinto e calça para sua silhueta.