COMPARTILHE

100-anos-de-moda


Foi lançado recentemente pelo historiador de moda João Braga o livro “Um Século de Moda”. Com 120 páginas e prefácio de Gloria Kalil, patrocinado pelo site de e-commerce Lets, a publicação, traz o que o autor, que assina outros sete livros sobre moda, pinçou de mais relevante entre os anos 1901 a 2000. Traz um século de moda no Brasil.

O projeto, já pensado há alguns anos pelo autor, tomou forma durante as festas de fim do ano passado. A empresa de e-commerce Lets gostou do projeto e fecharam acordo em janeiro. Cada página do livro é um ano, onde o professor coloca, de acordo com sua perspectiva, o que mais relevante aconteceu na moda, desde a influência da art noveau (1901) às tribos urbanas e o pluralismo da moda (2000).

Entre tantas curiosidades, é descoberto que o permanente de cabelos é bastante antigo, foi criado em 1906 e por que o termo pin-up surgiu com o fim da Segunda Guerra, em 1945. “Inseri também fatos sobre a moda brasileira, como a abertura das Casas Pernambucanas, em 1908, a importância de nomes como Zuzu Angel, a primeira a colocar a moda brasileira no contexto mundial (1970), com lançamento de coleção em Nova York” informa o autor.

Santos Dumont (que pediu a Cartier um relógio de pulso para seus voos, em 1904), Fenit, Dior, Hippies, Morumbi Fashion (semana de moda brasileira lançada em 1996 por Paulo Borges, que só em 2001 passou-se a chamar São Paulo Fashion Week), Chanel, Yves Saint Laurent, a novela Dancin’Days, a era Eduardiana, as guerras, a patente do sutiã também passeiam nas páginas, cujas tipologias dos títulos mudam de acordo com cada década.

É só conferir. O livro custa R$ 30,00 e está à venda nas melhores livrarias